Como são feitos os blocos de vidro

20.12
Categorias:

Anteriormente chamado vidro celular, os blocos de vidro têm sido usados há mais de cem anos como um material de construção pela arquitetura, de forma que a transparência e a durabilidade são suas maiores qualidades. Na Europa, durante o século XIX, avanço industrial houve o aprimoramento de outros materiais como o aço e o ferro fundido substituindo o uso predominante da madeira e da pedra.

Foi nesse mesmo período que a indústria desenvolveu a prática na produção do vidro. Também conhecido como cabogós, os blocos de vidro normalmente possuem formato retangular ou quadrado. Os tijolos de vidro eram usualmente utilizados para esconder o que acontecia no interior de oficinas, escritórios e estações de trem e metrô.

Nos anos de 1970, com o surgimento de uma gama cada vez maior de materiais de construção, os tijolos de vidro perderam muito do seu espaço no mercado da construção, substituídos por blocos de cerâmica e outros materiais, porém nos anos de 1990 eles voltaram á moda. Deste período em diante eles vêm sendo utilizados para proporcionar iluminação ou para manter ambientes parcialmente separados.

Muitas pessoas têm dúvidas quanto ao processo de fabricação destes elementos. Vamos explicar brevemente como funciona o processo de fabricação deste e suas principais caracteristicas.

Fabricação

Com o valor da energia lá em cima, recorrer à luminosidade natural é uma estratégia muito importante e utilizar os cabogós é contar com a entrada de pelo menos 75% desta luz natural em seu ambiente interno. O bloco de vidro é composto a partir de restos de vidro, areia especial (sílica), carbonato de sódio e calcário. A partir desse composto se formam duas peças de vidro, elas são fundidas entre si em altas temperaturas. Assim, cria-se entre essas duas peças uma camada de ar totalmente isolada das variações externas.

O processo de fabricação deve garantir que os cabogós contenham com alta precisão dimensional fazendo com que se encaixem perfeitamente uns aos outros evitando assim paredes com tijolos deslocados entre si, fora do prumo ou abauladas. Isso garante uma estrutura firme e bonita esteticamente. O bom é que a produção de blocos de vidro é uma produção sustentável, que não prejudica ou polui o meio ambiente.

Conclusão

Se você busca uma alternativa sustentável, que contribua para a economia de energia e beleza do ambiente, talvez deva investir em blocos de vidro. Eles podem ser usados tanto para separar cômodos dentro de casa (como fazer balcões, por exemplo) quanto para a sua colocação em paredes externas, para contribuir para a iluminação natural da casa.

Vale relembrar que por possuir uma camada protegida de ar, eles também funcionam como isolante térmico, mantendo sua casa em temperatura ambiente. São inúmeras as vantagens de se aplicar blocos de vidro em sua casa. Saiba que aqui na prismatic você encontra os melhores blocos de vidro com preços incriveis e modelos variados, para você escolher o que mais combina com seu gosto e com o estilo de sua casa, não deixe de conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *