COMO VEDAR UM TELHADO CORRETAMENTE?

19.08
Categorias:

As infiltrações são um dos problemas mais chato e graves que podem acometer o telhado de uma casa, especialmente quando elas ocorrem de forma sorrateira, sem que possamos perceber rapidamente o que está ocorrendo. Nesse caso, a água vai, pouco a pouco, causando uma série de estragos, tal qual a degeneração da estrutura do telhado, danos ao acabamento e até mesmo mofo — muita gente não leva o mofo muito a sério, mas ele causa doenças respiratórias graves, que demandam cuidado.

Por esse motivo, é recomendável que se tome cuidado redobrado com a impermeabilização do telhado de uma edificação.

Abaixo iremos listar alguns dos principais artifícios utilizados na impermeabilização de telhados nos dias de hoje e falaremos sobre as suas principais aplicações.

 

MANTA ASFÁLTICA ADESIVA

Esse tipo de manta é um dos principais materiais para impermeabilização de telhados e lajes por ser fácil de aplicar, relativamente barato e extremamente eficiente.

Ela é feita a partir de uma combinação de asfalto modificado, filme de polietileno, poliéster, borracha e PVC, uma combinação que lhe garante grande resistência à tração, furos e até mesmo rasgos.

A manta asfáltica pode também ser auto-adesiva, ou seja, já vir com cola imbuída em sua superfície.

 

SILICONE

O silicone costuma ser utilizada para realizar certos acabamentos; dificilmente ele é o único agente impermeabilizante, sendo mais comum aplicá-lo em cantos e frestas.

Ainda assim, trata-se de uma matéria-prima essencial para esse processo — especialmente para os casos em que é preciso impermeabilizar com um agente transparente, como em telhados de vidro, por exemplo.

 

DICA IMPORTANTE: TENHA CUIDADO AO ESCOLHER A TELHA

Para finalizar, vale esclarecermos uma questão: o processo de impermeabilização é capaz de evitar a ocorrência de infiltrações, mas a sua eficiência e durabilidade irá depender diretamente do tipo de telha utilizada na obra.

Se você utilizar uma telha que apresenta alto nível de irregularidade, como as de cerâmica, por exemplo, o processo de impermeabilização será não apenas mais difícil, mas também estará propenso a apresentar certas falhas, haja vista que o encaixe das telhas não é perfeito, deixando muitas frestas que precisam ser tapadas.

Por esse motivo, é sempre melhor optar por telhas que não apresentem deformação, como por exemplo àquelas de vidro feitas pela Prismatic; seu encaixe é preciso, havendo baixas chances de que infiltrações venham a ocorrer mesmo sem a realização de um processo de impermeabilização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *