VALE A PENA FECHAR A ÁREA DA PISCINA?

15.06

Se você tem uma piscina a céu aberto em sua casa ou prédio, sabe bem que é possível utilizá-la apenas durante alguns meses do ano; nos meses mais frios, ir a uma piscina aberta é não apenas desconfortável, mas também perigoso.

Para muitas pessoas, utilizar a piscina durante o verão e mantê-la coberta pelo resto do ano é suficiente. Para outras, no entanto, ir à piscina é um verdadeiro prazer, de forma que elas começam a pensar em maneiras de maximizar o uso da mesma.

COMO MAXIMIZAR O USO DA PISCINA?

No Brasil faz sol durante a maior parte do ano. Em certas épocas, no entanto, as temperaturas caem e o vento aumenta. Por esse motivo, a maior parte das pessoas que deseja maximizar o uso da piscina acabam recorrendo a um aquecedor ou ao fechamento da área da piscina.

O aquecedor, no entanto, apesar de ser uma alternativa absolutamente viável, costuma não ser uma opção muito prática, já que ele aquece a água de forma lenta e utiliza muita energia.

Fechar a área da piscina, por sua vez, é uma medida mais prática, que trás bons resultados. Muitas pessoas, contudo, resistem ao fechamento por acreditarem que dessa forma estarão perdendo algumas das principais características de sua piscina, como por exemplo a incidência de luz solar e a corrente de ar local.

SE EU FECHAR A PISCINA, NÃO PERDEREI SUAS PRINCIPAIS QUALIDADES?

A resposta para essa pergunta é: depende da forma como você fechar o local.

Se você quiser isolar a sua piscina do ambiente externo, fazendo com que a mesma fique em um cômodo vedado, sua piscina deixará de ser a céu aberto e se tornará uma piscina interna. Isso irá alterar consideravelmente seus atributos. Esse tipo de obra é mais complexo e costuma ser recomendada apenas para locais nos quais faz muito frio ou para clubes e academias, que utilizam a piscina para a prática esportiva e precisam, por conta disso, criar um ambiente absolutamente controlado e favorável à prática de diferentes modalidades esportivas.

Se, contudo, seu objetivo é apenas facilitar o uso da piscina em épocas mais frias, porém sem perder a incidência de luz solar e brisa, é recomendável que você invista em outros itens, como por exemplo:

BLOCOS DE VIDRO: para se poder utilizar a piscina fora do verão basta, muitas vezes, apenas impedir que o vento chegue ao local. Construir um muro de tijolo, no entanto, é algo pouco recomendado, já que pode pesar o ambiente. O que se pode fazer, no entanto, é construir divisórias e barreiras de blocos de vidro, que, por serem translúcidos, são capazes de bloquear o vento sem pesar o ambiente.

TELHAS DE VIDRO: as telhas de vidro são excelentes para aqueles que desejam vedar um local sem interromper a incidência de luz solar. Vale ressaltar, ainda, que ao instalar esse elemento você terá não apenas uma piscina protegida do vento e do frio, mas também da chuva.

ELEMENTOS VAZADOS: dá-se o nome de elemento vazado a um tipo de estrutura arquitetônica que apresenta cavidades em sua estrutura. Eles costumam ser utilizados quando se deseja fechar um local sem que seja completamente interrompida a corrente de ar local. No mercado, é possível encontrar diferentes modelos de elemento vazado, inclusive alguns translúcidos, que garantem maior incidência de brisa e luz solar ao mesmo tempo.

CONTE COM A PRISMATIC

Caso você esteja pensando em fechar a sua piscina, não deixe de entrar em contato com a Prismatic, uma empresa que está há mais de 50 anos no mercado, possuindo ampla experiência em blocos e telhas de vidro, além de diferentes tipos de elementos vazados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *