COMO SÃO FEITAS AS TELHAS DE VIDRO TEMPERADO?

31.01

A maior parte das pessoas já ouviu, em algum momento de sua vida, falar em vidro temperado. Isso, no entanto, não quer dizer muita coisa, haja vista que se você fizer um levantamento com o intuito de descobrir quantas, efetivamente, compreendem o que é esse material ou quais são as suas vantagens, notará que apesar de esse material ser popular, suas nuances são pouco exploradas.

O QUE É O VIDRO TEMPERADO?

Dá-se o nome de temperado ao vidro que passou por um processo de tratamento térmico chamado “têmpera”. Caso você nunca tenha ouvido falar em têmpera, saiba que esse é o nome técnico do processo de resfriamento brusco pelo qual um material passa para que sejam alteradas certas características suas, como a dureza e a resistência mecânica; a queda da temperatura promove transformações estruturais no material, que podem fazer com que ele fique consideravelmente mais resistente.

QUAIS AS VANTAGENS DO VIDRO TEMPERADO?

 Existem muitos fatores que costumam levar as pessoas a investir em vidro temperado, porém os mais comuns são:

  • RESISTÊNCIA & RIGIDEZ: o processo de tempera leva a um material que possui maior resistência e rigidez, não quebrando com tanta facilidade;
  • RESISTÊNCIA TÉRMICA: por ser exposto propositadamente a uma grande variação de temperatura, o vidro temperado possui uma resistência térmica melhor, não quebrando ao sofrer mudanças de temperatura brusca – se você possuir um pirex de vidro temperado, retirá-lo do forno e colocá-lo na pia fria, ele não quebrará;
  • QUEBRA CONTROLADA: o vidro temperado, ao quebrar, não se parte em pedaços tão pequenos, mas sim em pedaços maiores, o que reduz o risco de que machucados ocorram em caso de quebra.

E QUANTO AS TELHAS DE VIDRO TEMPERADO, COMO ELAS SÃO FEITAS?

As telhas de vidro temperado, assim como os demais produtos de vidro temperado, precisam passar pelo processo de têmpera, para que a sua rigidez e a sua resistência aumente. O processo de têmpera em telhas de vidro, aliás, é especialmente importante, haja vista que a telha será utilizada no exterior da casa, na parte de cima, sendo preciso que a mesma seja forte o suficiente para resistir a variações constantes de temperatura (em cidades como São Paulo, por exemplo, ela terá que resistir a mudanças bruscas, já que em determinados dias a temperatura vai de 32 para 10 graus em questão de horas) e atrito físico, como por exemplo chuva (inclusive de granizo).

Por conta disso, ao investir em telhas de vidro é preciso buscar um excelente fornecedor, que esteja há anos no mercado e possua ampla experiência na confecção desse tipo de produto, como a Prismatic, por exemplo, que está há mais de 50 anos atuando nesse setor e produz e testa todos os seus produtos em laboratório próprio, desenvolvido de acordo com o mais alto padrão de qualidade possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *