REFORMA EM TEMPOS DE QUARENTENA: SAIBA O QUE FAZER

20.05
Categorias:

A crise do Coronavírus não ocorreu de uma hora para outra; ela está fermentando há meses na China, em especial na província de Wuhan, onde o vírus surgiu.

Ainda assim, a maior parte das pessoas foi pega desprevenida por ela. Boa parte dessas pessoas acompanhava o desenrolar da crise na China e em alguns países da Europa, porém não imaginava que ela fosse chegar ao Brasil tão cedo.

Como não poderia deixar de ser, ela chegou. Com força e rapidez implacável.

Assim, muitas pessoas se viram, de uma hora para outra, sob ordens de isolamento, impossibilitadas de trabalhar e realizar tarefas corriqueiras, como por exemplo ir a restaurantes, cinemas e até receber visitas e abraçar parentes.

Pior: algumas pessoas que estavam com alguma obra em andamento foram pegas de surpresa e ficaram sem saber o que fazer; continuar ou suspender a obra?

Se você está nessa situação, abaixo listaremos alguns fatores que você deve levar em consideração ao ponderar a respeito de que rumo tomar em sua obra.

 

ITENS QUE DEVEM SER PONDERADOS

A melhor forma de decidir se a obra deverá continuar ou ser suspensa é fazer a si mesmo as seguintes perguntas:

 

  • Minha obra é urgente? Se a resposta for sim, talvez seja interessante você tentar concluí-la o mais rápido possível. Contudo, caso ela não envolva nenhuma estrutura essencial da casa, como o telhado, encanamento ou parte elétrica, talvez ela possa esperar um pouco mais;
  • Há materiais sensíveis no canteiro? Certos insumos estragam com relativa rapidez; se houver algum desses insumos em sua obra, tente utilizá-lo o mais rápido possível e depois pause a obra;
  • Quanto falta para a sua obra ser concluída? Se você estava no começo de sua obra, talvez seja interessante pará-la e aguardar a crise amenizar para continuar. Por outro lado, se a obra já estava nos estágios finais, faltando pouco para ser terminada, considere fazer um esquema especial de trabalho e finalizá-la;
  • É necessário um grande número de trabalhadores? Caso seja possível reduzir a força de trabalho, faça isso; peça para que apenas um funcionário vá ao canteiro por dia. Dessa forma, você reduz significativamente o risco de contaminação em sem que seja preciso parar a obra.;
  • Existem pessoas do grupo de risco em minha família? Se houver, saiba que a presença de agentes externos, tal qual os trabalhadores, podem estar colocando as mesmas em risco.

 

Vale ressaltar, ainda, que os fatores mencionados acima dizem respeito única e exclusivamente àquele que está realizando a obra. Além desses, há outros fatores que poderão pesar na decisão final, tal qual regras do condomínio — muitos prédios e condomínios residenciais estão vetando a entrada de prestadores de serviço.

 

DÚVIDAS? FALE CONOSCO!

Conforme visto, não é simples decidir se uma obra deve continuar ou ser pausada; isso irá variar fortemente de uma situação para a outra.

Sendo assim, gostaríamos de nos colocar à sua disposição para ajudá-lo a sanar quaisquer dúvidas que você tenha acerca desse assunto; se pudermos lhe ajudar nesse momento, conte conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *